segunda-feira, 10 de agosto de 2009

O Espelho


O Espelho


"Se quer seguir-me, narro-lhe, não uma aventura, mas experiência, a que me induziram, alternadamente, séries de raciocínios e intuições. Tomou-me tempo, desânimos, esforços. Dela me prezo, sem vangloriar-me. Surpreendo-me, porém, um tanto á-parte de todos, penetrando conhecimento que os outros ignoram. O senhor, por exemplo, que sabe e estuda, suponho nem tenha idéia do que seja na verdade- um espelho? Demais, decerto, das noções de física, com que se familiarizou, as leis de óptica. Reporto-me ao transcendente. Tudo aliás, é a ponta de um mistério. Inclusive, os fatos. Ou a ausência deles. Quando nada acontece, há um milagre que não estamos vendo." (João Guimarães Rosa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário